No mês passado foram matriculados 7.579 veículos automóveis em Portugal, numa queda homóloga de 71,6%, de acordo com os dados da ACAP.

As vendas de automóveis caíram 71,6% em maio, face ao mesmo período do ano anterior, depois de uma “queda histórica” de 86,4% em abril, mostram os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) divulgados esta segunda-feira. O mês de maio marcou a reabertura dos stands automóveis, mas a atividade foi ainda assim significativamente impactada pelos efeitos da pandemia.

Em maio de 2020 “foram matriculados, pelos representantes legais de marca a operar em Portugal, 7.579 veículos automóveis, ou seja, menos 71,6% do que em igual mês do ano anterior”, altura em que se matricularam mais de 26 mil viaturas, indica a ACAP, em comunicado.

Nos ligeiros de passageiros — categoria que tem mais peso no mercado automóvel nacional –, a quebra foi de 74,7% em maio. Foram matriculados 5.741 carros, sendo que se registaram descidas em todas as marcas. A Mercedes-Benz foi quem matriculou mais carros no mês passado, 756 no total, seguida pela Renault (601) e pela Peugeot (576).

A ACAP sinaliza que a queda nas vendas dos automóveis ligeiros de passageiros e o “elevado” número de trabalhadores em lay-off “confirma o setor automóvel como um dos mais afetados pela crise”. Quando se olha para o acumulado do ano, entre janeiro e maio de 2020, a venda de automóveis caiu quase para metade, sendo que foram colocados em circulação 64.323 novos veículos, face a 120.945 no mesmo período do ano anterior.

Fonte: ECO.SAPO


Bem Vindo à ImportAuto.pt
É Profissional do Sector Automóvel?

Temos + 4000 Viaturas Disponíveis para Revenda,  para aceder à Plataforma ImportAuto.pt tem que efetuar aqui o Registo.

VIATURAS VENDIDAS!